O Tabernáculo

Lição 4

O Altar do Holocausto

O Altar Simboliza a Cruz: O Cordeiro Simboliza Cristo; O Animal era Levado, Morto Pelo Pecado do Homem e Posto no Altar; Assim Jesus Foi Levado a Cruz Para Morrer por Nossos Pecados

Faça aqui o download dos slides

Hinos sugeridos pela lição

Nº 380 Abraão e o Sacrifício
Nº 390 Um Coração Bondoso
Nº 577 Em Fervente Oração

Lições bíblicas adultos
2º trimestre 2019
O Tabernáculo
Símbolos da Obra Redentora de Cristo
Partilhe! Obrigado.

O Holocausto Aponta para Cruz que Recebeu o Cordeiro de Deus Para ser Crucificado Por Nossos Pecados

Um holocausto era um sacrifício totalmente queimado para Deus. O animal era morto e seu sangue era derramado sobre o altar onde a carcaça era queimada (Êxodo 29:16-18). O holocausto servia como pagamento pelo pecado.

Muito antes de Moisés receber a Lei de Deus, já era prática oferecer holocaustos a Deus. O holocausto era um animal sem defeito (boi, carneiro, bode ou pomba), que servia como substituto, levando o pecado da pessoa que o oferecia (Levítico 1:3-4).

Os israelitas deveriam oferecer holocaustos individualmente e como nação. Todos os dias holocaustos eram oferecidos a Deus pelo pecado do povo. Havia também datas e situações especiais em que as pessoas deveriam dar um holocausto a Deus. Era necessário oferecer holocaustos regularmente porque as pessoas voltavam a pecar e precisavam de novo do perdão de Deus.

Qual era o significado do holocausto?

O holocausto era uma forma receber perdão de Deus pelos pecados. Deus é justo, por isso o pecado precisa ser punido. O castigo pelo pecado é a morte e a separação eterna de Deus. Mas Deus nos ama e quer ter um relacionamento connosco. Por isso, Ele permitiu o sacrifício da morte de um substituto inocente e sem defeito, em lugar do pecador (Levítico 17:11).

O holocausto apenas tinha valor se a pessoa se arrependesse do pecado. O holocausto mostrava que a pessoa entendia as consequências do pecado mas queria mudar de vida. O fogo consumia completamente o holocausto, assim como o castigo de Deus consome o pecado. O sangue derramado do animal representava a morte da pessoa que tinha cometido pecado.

O holocausto não servia para “alimentar” Deus. Ele não precisa de sacrifícios para comer (Salmos 50:12-15). O holocausto servia para salvar as pessoas do pecado, não para o benefício de Deus.

O holocausto e Jesus

O sacrifício de animais não podia apagar completamente o pecado. Sempre que a pessoa cometia outro pecado, precisava fazer novo holocausto. Mas quando Jesus morreu na cruz em nosso lugar, ele fez o sacrifício perfeito e definitivo (Hebreus 10:10-12). Jesus substituiu todos os holocaustos.

O holocausto apontava para Jesus, que iria levar todos os nossos pecados, derramando seu sangue na cruz. O sacrifício de Jesus faz o que os holocaustos não podiam fazer: ele muda nossos corações

Os Quatro Chifres (pontas) do Altar

Dentre as várias peças e detalhes no qual encontramos no tabernáculo, quero trazer a atenção dos irmãos acerca dos 4 chifres do Altar de Holocausto.

Esses quatros chifres encontravam-se em cima do altar de holocausto, pois em cima destes eram colocados pouco do sangue do cordeiro a ser sacrificado. No entanto, isto tem uma simbologia tremenda, pois esses quatros chifres representam as trombetas do Apocalipse, pois as trombetas eram chifres de carneiros ou de algum outro animal, onde era feito o Shophar, em outras palavras, as trombetas. Neste caso das trombetas do Apocalipse, elas ao serem tocadas darão início ao juízo de Deus na terra no período da Grande tribulação. Ou seja, este juízo esteve preparado para o mundo a muito tempo, mas teve algo que interrompeu este juízo, o que pode ter sido? O Sangue do Cordeiro de Deus na Cruz do Calvário. No período do tabernáculo, o sacerdote matava o cordeiro e colocava o sangue do cordeiro em cima desses chifres, isto já tipificava a morte de Cristo, onde pausaria o juízo divino, pois, se a morte entrou no mundo devido ao pecado de Adão, a vida e a liberdade veio por Cristo o nosso Senhor.

Por isso tinham esses quatros chifres para representar que o Juízo de Deus se estenderia aos quatros pontos cardeais: Norte, Sul, Leste e Oeste, porém, quando ascende a ira de Deus, o mesmo olha para as mãos do seu filho Jesus Cristo, e diz: Agora não, pois o meu Filho deixou o seu sangue na vida deles, e onde há presença de sangue, a livramento da ira de Deus.

Partilhe! Obrigado.


Vamos iniciar o 3º Trimestre de 2019 Na EBD, A Maior Escola Do Mundo; Seja Bem Vindo

Nosso Compromisso com Deus e Com as Pessoas é Ensinar e Transmitir Informações das Santas Escrituras

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus.” (Hebreusb 7.26)

EBD Escola Bíblica Dominical 2º Trimestre 2019 Lição 11

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

Deus Criou um Sistema de Sacrifícios para os Israelitas, Indicando que Jesus Cristo Seria o Supremo Sacrifício; Ele Pagaria de Uma Vez por Todas, Morrendo Uma Só Vez Pelo Pecado do Mundo

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

A Arca da Aliança era de Madeira de Acácia, Revestida de Ouro; O Ouro Simbolizava a Divindade de Cristo e a Madeira Simbolizava a Humanidade de Cristo, Portanto em Geral A arca da Aliança Era a Presença de Deus Entre os Israelitas

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Valdemar Quaglio