A Igreja Eleita

Lição 5

Libertos do Pecado Para Uma Nova Vida em Cristo

Vamos Reflectir Sobre Nossa Natureza Pecaminosa; Explicar Que Fomos Vivificados Pela Graça de Deus; Informar Que Nossa Salvação Vem de Deus e Não das Obras

Faça aqui o download dos slides

Hinos sugeridos pela lição

Nº 117 - O Senhor Salva Todo Pecador
Nº 291 A Mensagem da Cruz
Nº 351 - A Felicidade da Salvação

Partilhe! Obrigado.

UMA NOVA VIDA EM CRISTO

Por mais que nos esforcemos, ainda não conseguimos ser perfeitos e inculpáveis diante de Deus. Tentamos até por meio da religião, mudar o nosso modo de viver para que, de alguma forma, pudéssemos agradar a Deus. Isso acontece não por falta de tentativas, mas por causa da natureza que nós adquirimos quando cometemos o nosso primeiro erro consciente:a natureza de pecado, que nada mais é do que uma natureza de morte proveniente das nossas próprias transgressões (Colossenses 2.13).

Precisamos compreender que o problema não está naquilo que NÓS FAZEMOS, mas naquilo que NÓS SOMOS. Não é o que fazemos que muda nosso interior. Por mais que nos esforcemos com boas ações ou rituais, que, muitas vezes, parecem ser aceitáveis a Deus; tudo isso não é capaz de transformar nossa natureza.

Efésios 2.8 diz que pela GRAÇA é que somos salvos, por meio da fé, isso não vem de nós, mas é dom (presente) de Deus. Isso significa que não são os nossos esforços humanos que nos salva; antes, Deus escolheu nos dar à salvação como um presente divino, de graça, e está acessível a todos quanto queiram receber, por meio da fé.

No exato momento de confissão de nossa fé em Jesus Cristo como o filho de Deus que ressuscitou dos mortos, e na decisão de fazermos Dele Senhor de nossas vidas (Romanos 10.9,10), algo de sobrenatural acontece conosco: nossa velha natureza (que só “tentava” agradar a Deus, sem resultados) morre; e recebemos uma nova vida (Ef 2.1), nos tornamos nova criação (2ª Co 5.17), a própria vida de Deus está em nós, vida em abundância (Jo 10.10)! Agora, já não estamos mais separados de Deus (Ef2.12,13), somos raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus(1ª Pedro 2.9)!

Todo esse milagre foi disponibilizado de GRAÇA, ou melhor, de graça para nós, pois Jesus pagou um alto preço, tão alto que nenhum ser humano, com todos os seus esforços e riquezas, seria capaz de conquistar. Quando entendemos esta realidade, não andamos fazendo boas obras ou caridades para tentar pagar nossa salvação, isso porque a boa obra de hoje não é capaz de apagar nosso erro de ontem. Simplesmente a aceitamos, e vivemos uma vida de gratidão ao Senhor Jesus pelo conhecimento desta verdade preciosa, que é a salvação pela graça.

Mas, porque nós recebemos a própria vida de Deus de graça, não quer dizer que não precisamos fazer mais nada para agradar a Deus.Se tivermos a natureza de Deus, espera-se que andemos manifestando desta nova vida em nós! Se continuarmos lendo o mesmo texto de Efésios 2, o versículo 10 diz claramente que fomos criados em Cristo Jesus para boas obras. Podemos então dizer que não são as obras que nos levam à salvação, mas todo salvo foi criado para andar nelas.

Jesus é a árvore da vida, e pela fé, fomos enxertados Nele (Rm 11.17), portanto precisamos frutificar.Quando a Bíblia fala de frutos, ela diz acerca dos resultados.Deus espera de nós frutos, que é o resultado da nova natureza que recebemos. Jesus disse que se permanecermos Nele, daremos muito fruto (Jo 15.5). Note que a palavra “fruto” está no singular, dando a entender que existe apenas um resultado da nova vida que temos em Cristo, e vamos entender através da Bíblia qual é esse resultado que Deus espera de nós.

Somos coparticipantes da natureza divina. Se Deus é em Sua natureza amor (1ª Jo 4.16), e a Bíblia diz que Ele comunicou conosco sua própria natureza (2ª Pe 1.4), isso significa que o resultado de nossa nova vida em Cristo é andar em amor.Portanto o amor é o fruto que temos se permanecermos nas palavras de Jesus (Jo 15.10).

Visto que Deus é amor, o crente nascido de novo não tem falta de amor. Romanos 5.5 diz que Deus já derramou o amor em nosso coraçãopelo Seu Espírito. A vida de Deus em nós é o próprio amor de Deus em nós.  Deus não só nos deu a sua própria vida e natureza, mas também nos ensinou como manifestá-la.

Como vimos, não são frutos, e sim o fruto, que é o amor. O amor é a nova natureza que recebemos de Deus quando aceitamos a Jesus. Baseado em Gálatas 5.22, podemos dizer que o fruto da nova vida em Cristo pode ser manifesto através da:alegria, paz, longanimidade (paciência), benignidade (ser agradável), bondade (generosidade), fidelidade (digno de confiança), mansidão (brandura) e domínio próprio (ter controle de si mesmo). Portanto, você que é salvo em Cristo Jesus, por causa da natureza Dele em ti, se torna possível viver praticando TODAS essas características do fruto do amor.

Partilhe! Obrigado.


A RAÇA HUMANA; Origem, Queda e Redenção

Comentarios do Pastor Claudionor de Andrade

Valdemar Quaglio


EBD 4º TRIMESTRE 2019

EBD 4º TRIMESTRE 2019

O Governo Divino em Mãos Humanas

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


A Mordomia da Adoração

A Mordomia da Adoração

Nossa Adoração a Deus Deve Chegar ao Trono da Graça Como Cheiro Agradável (VEJA O VÍDEO CLICANDO AQUI)

A Mordomia Da Adoração

Valdemar Quaglio


EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

O Cristão Deve Valorizar a Igreja Local Como Ambiente de Adoração, Comunhão e Serviço ao Reino de Deus

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio