A Igreja do Arrebatamento

Lição 10

A manifestação do anticristo e o dia do Senhor

Está perto o grande Dia do SENHOR; está perto e muito se apressa, Sofonias 1:14.

Faça aqui o download dos slides


Partilhe! Obrigado.

A Manifestação do anticristo e o dia do Senhor

Há muita especulação sobre a identidade do anticristo. Alguns dos alvos mais populares são Vladimir Putin, o Príncipe William, Mahmoud Ahmadinejad e o Papa Francisco I. Nos Estados Unidos, o ex-presidente Barack Obama e o atual presidente Donald Trump são os alvos mais frequentes. Então, quem é o anticristo e como vamos reconhecê-lo?

A Bíblia não diz nada específico sobre de onde o anticristo vai surgir. Muitos estudiosos bíblicos especulam que ele virá de uma confederação de dez nações e/ou de um Império Romano renascido (Daniel 7:24-25; Apocalipse 17:7). Outros o veem como um judeu, já que ele teria que ser um para poder clamar ser o Messias. Tudo é apenas especulação já que a Bíblia não diz especificamente de onde o anticristo vai surgir e qual a sua raça será. Um dia o anticristo será revelado. 2 Tessalonicenses 2:3-4  "Ninguém, de nenhum modo, vos engane, porque isto não acontecerá sem que primeiro venha a apostasia e seja revelado o homem da iniquidade, o filho da perdição, qual se opõe e se levanta contra tudo que se chama Deus ou é objeto de culto, a ponto de assentar-se no santuário de Deus, ostentando-se como se fosse o próprio Deus".

É provável que a maioria das pessoas que estiverem vivas quando o anticristo for revelado vai estar muito surpresa com a sua identidade. O anticristo pode já estar vivo hoje ou não. Martinho Lutero estava certo de que o Papa de sua época era o anticristo. Durante a década de 40, muitos achavam que Adolf Hitler era o anticristo. Outros que viveram nas últimas centenas de anos têm tido a mesma “certeza” quanto à identidade do anticristo. Até agora, todos estavam incorretos. Devemos deixar para trás todas as especulações e focalizar no que a Bíblia realmente diz sobre o anticristo. Apocalipse 13:5-8 declara: "E foi-lhe dada uma boca, para proferir grandes coisas e blasfêmias; e deu-se-lhe poder para agir por quarenta e dois meses. E abriu a sua boca em blasfêmias contra Deus, para blasfemar do seu nome, e do seu tabernáculo, e dos que habitam no céu. E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adoraram-na todos os que habitam sobre a terra, esses cujos nomes não estão escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto desde a fundação do mundo."

O dia do Senhor

A frase “dia do Senhor” geralmente identifica eventos que acontecem no final da história (Isaías 7:18-25) e é frequentemente associado com a frase “aquele dia”. Um ponto chave para entender essas frases é perceber que elas sempre identificam um período de tempo no qual Deus vai pessoalmente intervir na história, diretamente ou indiretamente, para cumprir um aspecto específico de Seu plano.

A maioria das pessoas associam “o dia do Senhor” com um período de tempo ou dia especial que vai acontecer no fim dos tempos quando a vontade e propósito de Deus para o Seu mundo e para a humanidade vão ser cumpridos. Alguns estudiosos acreditam que “o dia do Senhor” vai ser um período de tempo longo, ao invés de apenas um dia – um período de tempo quando Cristo vai reinar por todo o mundo antes de purificar o céu e a terra em preparação para o estado eterno de toda a humanidade. No entanto, outros estudiosos acreditam que o dia do Senhor vai ser um evento instantâneo quando Cristo retorna à terra para redimir Seus seguidores fiéis e para mandar os incrédulos para condenação eterna.

A frase “o dia do Senhor” é usada dezenove vezes no Velho Testamento (Isaías 2:12; 13:6, 9; Ezequiel 13:5, 30:3; Joel 1:15, 2:1,11,31; 3:14; Amós 5:18,20; Obadias 15; Sofonias 1:7,14; Zacarias 14:1; Malaquias 4:5) e quatro vezes no Novo Testamento (Atos 2:20; 2 Tessalonicenses 2:2; 2 Pedro 3:10). O Novo Testamento também alude a tal frase em outras passagens (Apocalipse 6:17; 16:14).

As passagens do Velho Testamento que lidam com o dia do Senhor geralmente transmitem um sentido de iminência, proximidade e expectativa: “Uivai, pois está perto o Dia do SENHOR” (Isaías 13:6); “Porque está perto o dia, sim, está perto o Dia do SENHOR” (Ezequiel 30:3); “Ah! Que dia! Porque o Dia do SENHOR está perto” (Joel 1:15); “Tocai a trombeta em Sião e dai voz de rebate no meu santo monte; perturbem-se todos os moradores da terra, porque o Dia do SENHOR vem, já está próximo” (Joel 2:1); “Multidões, multidões no vale da Decisão! Porque o Dia do SENHOR está perto, no vale da Decisão” (Joel 3:14); “Porque o Dia do SENHOR está prestes a vir sobre todas as nações” (Obadias 15); “Cala-te diante do SENHOR Deus, porque o Dia do SENHOR está perto” (Sofonias 1:7); Está perto o grande Dia do SENHOR; está perto e muito se apressa, Sofonias 1:14. Isso é porque as passagens do “dia do Senhor” no Velho Testamento se referem a um cumprimento próximo e distante, assim como muitas das profecias do Velho Testamento. Há exemplos no Velho Testamento onde o “dia do Senhor” é usado para descrever julgamentos históricos que já foram cumpridos em pelo menos uma forma (Isaías 13:6-22; Ezequiel 30:2-19; Joel 1:15; 3:14; Amós 5:18-20; Sofonias 1:14-18), enquanto outras vezes se refere a julgamentos divinos que vão acontecer no fim dos tempos (Joel 2:30-32; Zacarias 14:1; Malaquias 4:1,5).

O Novo Testamento chama esse dia de um dia de “ira”, uma dia de “batalha,” e o “grande Dia do Deus Todo-Poderoso” (Apocalipse 16:14); e se refere a um cumprimento ainda futuro quando a ira de Deus é derramada sobre incrédula Israel (Isaías 22: Jeremias 30:1-17; Joel 1-2; Amós 5; Sofonias 1) e o mundo incrédulo (Ezequiel 38–39; Zacarias 14). As Escrituras indicam que o “dia do Senhor” vai vir rapidamente, como um ladrão na noite (Sofonias 1:14-15; 2 Tessalonicenses 2:2) e, portanto, nós como Cristãos devemos estar vigilantes e prontos para a vinda de Cristo a qualquer momento.

Além de ser um tempo de julgamento, também vai ser um tempo de salvação, pois Deus vai livrar o restante de Israel, cumprindo Sua promessa de que “todo o Israel será salvo” (Romanos 11:26), perdoando-lhes de seus pecados e restaurando o Seu povo escolhido à terra prometida a Abraão (Isaías 10:27; Jeremias 30:19-31,40; Miquéias 4; Zacarias 13). O resultado final do dia do Senhor vai ser que “a arrogância do homem será humilhada, e a sua altivez se abaterá, e só o SENHOR será exaltado naquele dia” (Isaías 2:17). O cumprimento final das profecias sobre o “dia do Senhor” vai vir no final da história quando Deus vai punir o mal com seu poder impressionante e cumprir todas as Suas promes
Partilhe! Obrigado.


A RAÇA HUMANA; Origem, Queda e Redenção

Comentarios do Pastor Claudionor de Andrade

Valdemar Quaglio


EBD 4º TRIMESTRE 2019

EBD 4º TRIMESTRE 2019

O Governo Divino em Mãos Humanas

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


A Mordomia da Adoração

A Mordomia da Adoração

Nossa Adoração a Deus Deve Chegar ao Trono da Graça Como Cheiro Agradável (VEJA O VÍDEO CLICANDO AQUI)

A Mordomia Da Adoração

Valdemar Quaglio


EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

O Cristão Deve Valorizar a Igreja Local Como Ambiente de Adoração, Comunhão e Serviço ao Reino de Deus

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio