A Obra da Salvação

Lição 11

Adotados por Deus

Os adotados por Deus Nasceram de Novo e agora são Filhos de Deus


Lições bíblicas adultos
4º trimestre 2017
A Obra da Salvação
Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida
Partilhe! Obrigado.

EBD 4º Trimestre lição 11 Adotados por Deus

Em razão de  algumas imprecisões nas traduções bíblicas, alguns pontos das verdades bíblicas acabam sendo prejudicados no seu entendimento original. Por exemplo, várias traduções dizem, na passagem de Romanos 8:15 e Ef 1:5, que temos recebido um espírito de “adoção”. Esse é um ponto que causa confusão de entendimento, pois a Bíblia nos afirma claramente que fomos feitos filhos de Deus por meio do poder de Deus. A palavra “adoção” não é a melhor da tradução do texto original grego e não condiz com outros textos bíblicos. Se uma pessoa “nasceu de novo” (nasceu de Deus), não é coerente dizer que ela seja adotada. Nascer é diferente de ser adotado. João 1:12 diz-nos: “Mas, a todos quantos O receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, os que crêem em seu nome”; e ainda, no verso 13:  “os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus”. Por isso, de acordo  com os originais gregos da Bíblia, o termo correto seria espírito de “filiação” e não simplesmente “espírito de adoção” ou “para a adoção”, como diz em muitas traduções (em Português ou mesmo internacionais).  Ser adotado indica ter os mesmos direitos dos filhos naturais, mas sem possuir a mesma vida e natureza do filho legítimo. Mas isto não condiz com a verdade Bíblica, pois a Bíblia nos afirma que a vida e natureza de Deus está em nós. “Nascer de novo” implica em ter novo nascimento, nova origem e nova natureza. Por isso somos filhos de Deus através do Espírito de filiação, e não simplesmente adotados.

Assim, o primeiro item da benção de Deus a nós  foi o de sermos escolhidos para sermos santos. O segundo item é sermos predestinados para a filiação. Ser predestinado para filiação indica que temos a natureza de Deus em nosso interior, por sermos filhos gerados Dele (Jo 1:12 e 3:3) e não meramente adotados. Então, por um lado, já somos filhos de Deus; temos a mesma vida e natureza. Mas, por outro lado, esta vida ainda precisa crescer em nós. A santificação é o meio para se alcançar a plena filiação; isto é, a plena natureza de Deus. Por isso, a despeito de já sermos filhos de Deus; a sua vida e natureza ainda precisa crescer em nós. De acordo com toda a revelação do Novo Testamento, o ponto central do plano de Deus é produzir muitos filhos (Rm 8:29; Jo 15:16ª). Mas não apenas filhos “bebês”, mas filhos que crescem e se tornem maduros, tendo a mesma natureza e mesmo sentir de Deus. Por isso, a produção de filhos no plano divino é um processo bem distinto de simplesmente ser adotados. Tal plano consiste em Deus dispensar-se para dentro do Seu povo escolhido e predestinado, para fazer deles Seus filhos; não apenas filhos gerados, mas filhos gerados  crescidos em vida. Sim, Deus nos predestinou para a filiação pondo o Espírito de Seu Filho dentro de nós. Essa é a razão porque após a regeneração podemos fácil e docemente clamar “Aba, Pai”. Antes de termos sido regenerados, poderíamos no máximo dizer: “Ó Deus, me ajuda”. Mas, agora, que sentimento agradável e confortável temos quando clamamos ao nosso Pai: Aba Pai! Essa é uma prova forte e segura de que o Espírito de Deus está dentro de nós. Aleluia, temos o Espírito de filiação pelo qual podemos clamar: Aba pai.À medida que os filhos vão crescendo em vida e natureza eles vão se parecendo com o Pai. Um dia todos nós seremos semelhantes a Ele, ao Filho (1Jo 3:2). É absolutamente uma questão de ter o Espírito do Filho de Deus dentro de nós. Quando você clama, “Aba, Pai”, você imediatamente toca em Deus e sabe de antemão aquilo que o agrada ou não. Não há necessidade de regulamentos exteriores. Muitas vezes os filhos vão aos pais indagando se podem fazer certa coisa. Mas, no momento em que se voltam a ele, pelo próprio olhar, eles sabem de antemão qual será a sua direção. Semelhantemente, quando vamos ao nosso Pai e clamamos “Aba, Pai”, saberemos que tipo de vida devemos viver, porque temos o Espírito do filho de Deus dentro de nós. Ser filho de Deus indica, pois, ter a mesma origem, a mesma natureza, o mesmo parecer... Aleluia. Temos um Pai Maravilhoso. Temos a sua vida já semeada em nosso interior. O que precisamos agora é deixar esta crescer para que, um dia, sejamos semelhantes a Ele. 

Adoção; Éramos criaturas agora através de Cristo fomos adotados

A adoção pode ser uma boa alternativa para pais que, por vários motivos, talvez não possam cuidar de seus filhos. Mas pode também ser uma resposta de oração para muitos casais que não podem gerar seus próprios filhos. Ao contrário do que a maioria pensa, nem todos são filhos de Deus. Cada ser humano é uma criação de Deus e está preso ao pecado que veio através da desobediência de Adão e Eva, mas a Bíblia diz que quando entregamos nossos corações a Jesus, crendo e confiando nEle para nossa salvação, Deus nos adota como filhos e passamos a fazer parte de Sua família. Veja:

“Aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus.” (João 1:12,13)

Para entender melhor o que significa uma adoção, analise esta cena:

Você consegue imaginar pais com boas condições dizendo em uma casa de adoção: “Olá, nós gostaríamos de adotar o João, mas primeiro queremos saber algumas coisas. Ele tem uma casa onde morar? Ele tem dinheiro para custear seus estudos? Ele tem uma condução para ir à escola e roupas para trocar todos os dias? Ele pode preparar as suas refeições e lavar as próprias roupas?” Nenhuma casa de adoção aceitaria este tipo de conversa. A atendente levantaria a mão e diria: “Um momento. Vocês não entenderam! Vocês não estão adotando o João pelo que ele possui. Vocês o estão adotando pelo que ele precisa, e ele precisa de um lar!”O mesmo é verdade em relação a Deus. Ele não nos adota pelo que nós possuímos. Ele não nos dá Seu nome por causa de nossa inteligência, ou de nossa carteira ou de nosso bom comportamento... Adoção é algo que recebemos, não que merecemos.

Somos bem-vindos à casa de Deus porque fomos adotados pelo Dono da casa. Deus adotou você! Deus buscou você, encontrou-o, assinou os papéis e o levou para casa. Seria suficiente se Deus apenas limpasse seu nome, mas Ele fez muito mais. Ele o levou para casa... Deus adotou você simplesmente porque Ele quis. Você está na vontade e no cuidado dEle. Ele sabia muito bem o transtorno que você seria e o preço que Ele deveria pagar, por isso Ele assinou o nome dEle perto do seu, mudou o seu nome para o dEle e o levou para casa. Você não é mais um estranho, pois se recebeu a Cristo como seu único Senhor e Salvador, então você agora também é filho do Dono do Universo, você é filho do Deus Altíssimo!

“Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo, conforme o bom propósito da sua vontade, para o louvor da sua gloriosa graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado. Nele temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus.” (Efésios 1:5-7)

Partilhe! Obrigado.


A RAÇA HUMANA; Origem, Queda e Redenção

Comentarios do Pastor Claudionor de Andrade

Valdemar Quaglio


EBD 4º TRIMESTRE 2019

EBD 4º TRIMESTRE 2019

O Governo Divino em Mãos Humanas

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


A Mordomia da Adoração

A Mordomia da Adoração

Nossa Adoração a Deus Deve Chegar ao Trono da Graça Como Cheiro Agradável (VEJA O VÍDEO CLICANDO AQUI)

A Mordomia Da Adoração

Valdemar Quaglio


EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

O Cristão Deve Valorizar a Igreja Local Como Ambiente de Adoração, Comunhão e Serviço ao Reino de Deus

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio