A Obra da Salvação

Lição 10

O Processo da Salvação

Ato e processos são diferentes. No ato não há intervenção do homem, já no processo o homem é dirigido pelo Espírito Santo e em santificação.


Lições bíblicas adultos
4º trimestre 2017
A Obra da Salvação
Jesus Cristo é o Caminho, a Verdade e a Vida
Partilhe! Obrigado.

Mensagem Introdutória – EBD  Lição 10 4º Trimestre O Processo da Salvação

“Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas.”(1 Pedro 1:2)

A salvação é um dom gratuito de Deus porque não poderíamos adquiri-la através de obras ou mérito da nossa parte. Deus ao criar o homem o fez perfeito e completo. Coroa de Sua criação. Sua imagem e semelhança, só que muitos estão pensando que salvação se alcança com motivação, animação, saindo pelas ruas com camisa de Cristo, como se salvação se alcançasse com emoção, cantando pelas ruas. Mas salvação não é isso. Salvação é ato e processo.

Salvação se perde. A Bíblia, Palavra de Deus tanto no Velho como Novo Testamento, tem muitos exemplos de homens que acompanharam e testemunharam dos milagres de Jesus e que abandonaram a fé. Todo nosso propósito não é brincar de religião. Estamos testemunhando de uma igreja que conhece o Jesus vivo não de uma igreja que vive de história, do passado, mas de uma igreja que vive o presente: “Cristo em vós, esperança da glória” Col. 1-27.

Se Cristo não está em nós vamos esperar o que? O profeta Isaías 22:13 diz “comamos, bebamos porque amanhã morreremos”  isso é para quem não conhece ao Senhor Jesus, não teve o bom encontro com Deus, não teve uma experiência com Deus. Quem tem o Espírito Santo não é enganado, porque ele revela todas as coisas.

Salvação é profética

Salvação é profética porque não foi o homem, ou uma denominação, uma religião que criou. Ela é profética porque começou na eternidade. Antes que nós existíssemos Deus criou a salvação. Deus, na eternidade, elegeu você, elegeu a mim para sermos salvos. Por isso que dizemos que a sua abrangência é ato e processo. Não é simplesmente ato “estou salvo, salvo para sempre” não procede, tem o processo.

Ato

O ato de salvação divide-se em duas partes: Eleição e Chamado

Eleição: É da vontade de Deus, da presciência e soberania de Deus que o homem seja salvo. Ele não pergunta a homem algum se deseja ser salvo. Por se tratar da soberania e Deus não tem a participação do homem, como está escrito em Efésios 1: 4 “Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor.”

Muitos consideram que a pessoa é eleita para salvação porque é bonzinho, porque merece a bênção. A salvação nos é dada pela graça de Deus. Graça é favor imerecido, portanto, nem eu nem você merecíamos ser eleitos por Deus para salvação e mesmo assim Deus nos elegeu.

Na eleição, o homem não participa com nada, é da soberania e presciência de Deus, é a graça que está operando a salvação em nós.

“Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.”, (João 15:16).

O encontro, o chamado, faz parte do ato de salvação. Mais uma vez o homem fica de fora, é da soberania de Deus, é Ele que marca o momento do encontro, é Deus que age, não tem a nossa participação. Deus nos elegeu na eternidade e marcou o dia do nosso encontro com Ele.

Processo

Depois do bom encontro com Deus, de ter aceitado Jesus como único e suficiente salvador, começa o processo de salvação que só terminará quando entrarmos na eternidade. Todos os dias temos que aceitar Jesus. Aceitou, está no processo. Rejeitou, está fora. Por isso que salvação se perde.

Ato e processos são diferentes. No ato não há intervenção do homem, já no processo o homem é dirigido pelo Espírito Santo e em santificação. Estou na obediência estou no processo, “Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito Santo…” Vejamos o exemplo de Paulo: ele tinha religião, conhecia as escrituras, era doutor na Lei, zeloso, mas perseguia os cristãos, era perverso e só aos 30 anos que ele teve um encontro com Deus.Não adianta conhecer as escrituras sem ter uma experiência com Deus, sem ter um encontro com Deus. Salvação teórica não coloca ninguém no céu.

A partir do momento que escolhemos o Senhor Jesus, temos que renovar esta escolha todos os dias. Por isso que dizemos que salvação é dinâmica. Vamos ter que continuar escolhendo até Jesus Voltar todos dias, instantes de nossas vidas até chegarmos na eternidade. Mas se sair da revelação está fora do projeto de salvação. Salvação se perde.

” Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro.” (2Pedro 2:20)

De nada adianta viver 50 anos na presença do Senhor e no momento de se encontrar com Deus, na hora em que a trombeta tocar você estiver na impiedade. Não vai para eternidade. O Senhor não está preocupado se você foi fiel por 30,40 ou 50 anos. O olhar do Senhor está sobre os fiéis da terra, isso é bíblico. A palavra de Deus diz que não tem alternativa, não em jeito.

“Mas o justo viverá da fé; E, se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele. (Hebreus 10:38).

Isso é muito sério. Todo processo é segundo a fé e isso “não vem de vós é dom de Deus”. Salvação é processo, não é animação, não é desfile de banda. Ou cremos na palavra de Deus ou a jogamos fora. Ela precisa ser nossa regra de fé ou então não chegaremos a eternidade.

“Separados estais de Cristo, vós os que vos justificais pela lei; da graça tendes caído.” (Gálatas 5:4).

Jesus veio para abolir a Lei. Ah! Se nós tivéssemos que cumprir toda lei e estatutos, não seríamos salvos. Se cair da graça perde-se a salvação.

“Porque Demas me desamparou, amando o presente século, e foi para Tessalônica, Crescente para Galácia, Tito para Dalmácia.” (2Timóteo 4:10)

O homem dos últimos dias tem amado mais os deleites deste mundo do que a Deus, deixando-se levar pelas circunstâncias, deixando a salvação.

 “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” (Gálatas 1:8)

Isso é algo extraordinário. Pode ser um pastor, um anjo que venha anunciar outro tipo de salvação, seja anátema, amaldiçoado.

Conclusão

Temos vividos experiências grandiosas por meio da revelação que alcançamos com o sacerdócio universal do crente, porque a eleição da salvação é nEle, o chamado é por Ele e o processo é com Ele por meio do Espírito Santo. A salvação é completa porque nela está presente toda a eternidade, a participação da trindade:

Eleição=pelo pai - Chamado=pelo filho - Processo=em santificação pelo Espírito Santo

Quando falamos de salvação, nós falamos de algo completo; Pai, Filho e Espírito Santo. Louvado seja o nome do nosso Senhor Jesus Cristo. Não podemos deixar que os conceitos religiosos interfiram no processo de salvação, “uma vez salvo, salvo para sempre”. Se você está em santificação Deus está confirmando a sua salvação. “Ninguém me inquiete mais porque trago em mim as marcas da salvação”, as marcas do Senhor Jesus. É justamente isso que o Senhor Jesus quer que nós vivamos, a marca da presença do Pai, do Filho e do Espírito Santo em nossas vidas. Aleluia.

Partilhe! Obrigado.


Vamos iniciar o 3º Trimestre de 2019 Na EBD, A Maior Escola Do Mundo; Seja Bem Vindo

Nosso Compromisso com Deus e Com as Pessoas é Ensinar e Transmitir Informações das Santas Escrituras

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus.” (Hebreusb 7.26)

EBD Escola Bíblica Dominical 2º Trimestre 2019 Lição 11

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

Deus Criou um Sistema de Sacrifícios para os Israelitas, Indicando que Jesus Cristo Seria o Supremo Sacrifício; Ele Pagaria de Uma Vez por Todas, Morrendo Uma Só Vez Pelo Pecado do Mundo

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

A Arca da Aliança era de Madeira de Acácia, Revestida de Ouro; O Ouro Simbolizava a Divindade de Cristo e a Madeira Simbolizava a Humanidade de Cristo, Portanto em Geral A arca da Aliança Era a Presença de Deus Entre os Israelitas

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Valdemar Quaglio