A Razão da Nossa Fé

Lição 12

O Mundo Vindouro

O Mundo Vindouro é o Céu; O Céu é um Lugar de Não Mais; Não Mais Lágrimas; Não Mais Dores; Não mais Sofrimento e Não Mais Separação Porque a Morte foi Aniquilada


Lições bíblicas adultos
3º trimestre 2017
A Razão da Nossa Fé
Assim cremos, assim vivemos
Partilhe! Obrigado.

EBD LEITURA DIÁRIA DA 3º TRIM LIÇÃO 12 O MUNDO VINDOURO

 SEGUNDA - ATOS.24:15 Tendo esperança em Deus, como estes mesmos também esperam, de que há de haver ressurreição de mortos, assim dos justos como dos injustos.

TODOS OS MORTOS SERÃO RESSUSCITADOS

A Bíblia é clara em dizer que a ressurreição é uma realidade e que esta vida não é tudo o que existe.

Embora a morte seja o fim da vida física, não é o fim da existência humana.

Muitos erroneamente acreditam que existe uma ressurreição geral no final dos tempos, mas a Bíblia ensina que não haverá apenas uma ressurreição, mas uma série de ressurreições,

Uma para a vida eterna no céu e outra para a condenação eterna (Daniel 12:2, João 5:28-29).

A primeira grande ressurreição foi a ressurreição de Jesus Cristo.

. A ressurreição de Cristo é a "primícia" ou garantia a todos os cristãos de que também ressuscitarão.

A ressurreição de Cristo é a base da certeza do cristão de que todas pessoas que morreram, um dia ressuscitarão e enfrentarão o julgamento justo por Jesus Cristo Atos 17:30-31

A ressurreição para a vida eterna é descrita como "a primeira ressurreição. Apocalipse 20:5-6 a ressurreição para julgamento e tormento é descrita como "a segunda morte. Apocalipse 20:6, 13-15

A primeira grande ressurreição da Igreja ocorrerá no momento do arrebatamento.

Todos aqueles que colocaram a sua confiança em Jesus Cristo durante a Era da Igreja e morreram antes de Jesus voltar serão ressuscitados no arrebatamento.

A Era da Igreja começou no Dia de Pentecostes e terminará quando Cristo voltar para levar os crentes de volta ao céu com Ele (João 14:1-3, 1 Tessalonicenses 4:16-17).

O apóstolo Paulo explicou que nem todos os cristãos morrerão, mas todos serão transformados, ou seja, receberão novos corpos na ressurreição (1 Coríntios 15:50-58),

Alguns sem ter que morrer! Os cristãos que estão vivos, e aqueles que já morreram, serão arrebatados ao encontro do Senhor nos ares, e estarão com Ele sempre!

Uma outra grande ressurreição ocorrerá quando Cristo voltar à terra (a Sua Segunda Vinda) no final do período da grande tribulação.

 Apesar de todos os crentes da Época da Igreja terem desaparecido, milhões de pessoas deixadas para trás perceberão o que aconteceu e confiarão em Jesus como o seu Salvador.

Tragicamente, a maioria delas vai pagar por sua fé em Jesus com suas próprias vidas (Apocalipse 6:9-11; 7:9-17; 13:7, 15-17; 17:6; 19:1-2).

 Estes crentes em Jesus que morrerem durante a grande Tribulação serão ressuscitados na volta de Cristo e reinarão com Ele por mil anos durante o Milênio (Apocalipse 20:4, 6).

Há uma ressurreição final, de todos os mortos incrédulos de todas as épocas.

Eles irão ressuscitar de entre os mortos (João 5:25-29) depois do Milênio, o reino de Cristo de mil anos (Apocalipse 20:5),

Esta é a ressurreição descrita por Daniel como um despertar "do pó da terra... Uns para a vida eterna, e outros para vergonha e horror eterno" (Daniel 12:2).

É descrita por Jesus como uma "ressurreição do juízo" (João 5:28-29).

O apóstolo João viu algo que iria acontecer no futuro. Ele viu um "grande trono branco" (Apocalipse 20:11).

Todos os mortos (ímpios) ficarão em pé diante do trono.

Isso significa que foram ressuscitados após os mil anos (Apocalipse 20:5). Estes serão julgados e condenados

TERÇA – ISAIAS.65.20-22, Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.

A LONGEVIDADE HUMANA CARACTERÍSTICA DO REINO MILENAR DE CRISTO

As condições ambientais serão altamente favoráveis à melhoria de qualidade e anos de quantidade de vida no planeta.

A longevidade surpreenderá a todos pelas excelentes condições de saúde

 Além da saúde, as condições de moradia para todos serão as melhores jamais vistas.

QUARTA – 1ªCORINTIOS.15:26, Ora, o último inimigo que há-de ser aniquilado é a morte.

A MORTE SERÁ ANIQUILADA PARA SEMPRE NO JUISO FINAL

Há algo na natureza mais profunda do ser humano que luta desesperadamente contra a morte.

Ao mesmo tempo em que ele se ajusta à morte como sendo inevitável, ele procura lançar mão de todos os recursos para contê-la.

Desde a fonte da juventude até câmaras criogênicas, os homens têm em vão procurado meios para ludibriar essa realidade, mas sem sucesso.

Ao olharmos as Escrituras como um todo, compreendemos que a morte foi um invasor, um elemento que faz parte da realidade da criação decaída, mas não fazia parte da criação perfeita.

Tudo era muito bom (Gênesis 1.31) Por um homem entrou o pecado no mundo e pelo pecado a morte (Romanos 5.12).

Embora Deus mesmo advertisse que a desobediência traria como consequência a morte, nem por isso ela é natural.

A morte é um inimigo que precisa também ser derrotado eternamente.

A morte é tão certa quanto é inaceitável.

O choro dos velórios é o testemunho humano disso.

Não importa quanto tempo o morto tenha vivido entre nós e qual tenha sido seu sofrimento neste mundo. Ninguém aceita o fim.

Não sabemos o que é um mundo sem morte, um mundo onde ele não faz sentir diariamente o seu poder.

E ainda que não saibamos, será nesse mundo que iremos viver

Assim como o livro de Gênesis, nos conta a origem da morte; O livro do Apocalipse, nos conta o fim da morte.

É mais um ciclo que se fecha, mais um momento em que um inimigo e opositor do pleno domínio divino é derrotado.

O anticristo foi vencido, os governos humanos submetidos, Satanás foi preso e depois definitivamente castigado. Agora é a vez da morte, o último inimigo.

Então a morte e o INFERNO, foram lançados no lago de fogo… (Apocalipse 20.14)

Agora e para sempre o fim da morte chega. O Deus da Vida bane para sempre a morte.

1ªCORINTIOS.15.54,55 Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória?

QUINTA – MATEUS.25:46, E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna.

HÁ NA ETERNIDADE UM LUGAR PARA OS JUSTOS E OUTRO PARA OS INJUSTOS

Muitos que dizem que após a morte de um perdido, existe um período de purgação ou expiação dos pecados,

E que posteriormente, após um período determinado, o condenado poderá entrar na presença de Deus.

Parcialmente parece verdade, mas consiste em um grave erro

Outros, dizem que se um perdido morrer, ele vai direto para o Inferno, e ficará lá para sempre. 

A Bíblia diz que isso não acontecerá exatamente assim,

O próprio Inferno não é funcionalmente eterno, ele mesmo será lançado no Lago de Fogo.

 Ap 20:14  E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte.

 Mas antes disso acontecer, as pessoas que estavam no inferno sairão.

 Ap 20:13 E deu o mar os mortos que nele havia; e a morte e o inferno deram os mortos que neles haviam; e foram julgados cada um segundo as suas obras.

 E por que saíram do Inferno? Saíram para serem julgados e condenados

 João 5:28 Não vos maravilheis disto; porque vem a hora em que TODOS OS QUE ESTÃO NOS SEPULCROS ouvirão a sua voz.

João 5:29 E os que fizeram o bem sairão para a ressurreição da vida; e os que fizeram o mal para a ressurreição da condenação.

Daniel 12:2 E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno.

Eles estarão diante de Deus

 Ap 20:11  E vi um grande trono branco, e o que estava assentado sobre ele, de cuja presença fugiu a terra e o céu; e não se achou lugar para eles.

Ap 20:12  E vi os mortos, grandes e pequenos, que estavam diante de Deus, e abriram-se os livros; e abriu-se outro livro, que é o da vida. E os mortos foram julgados pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras.

 Agora, imagine a sensação de alívio, de todos aqueles que estavam no Inferno,

E PRINCIPALMENTE, daqueles que acreditavam no purgatório, e que estavam se queimando no Inferno

Eles pensarão consigo acabou o meu tempo no purgatório, agora estou no céu

 Observe que o livro da vida, é o livro onde os salvos estão escritos.

Lucas 10:20  Mas, não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos antes por estarem os vossos nomes escritos nos céus.

 Se todas aquelas pessoas estavam no Inferno, é por que não eram salvos.

 Se não eram salvos, os seus nomes não estão no Livro da Vida.

 Ap 20:15 E aquele que não foi achado escrito no livro da vida foi lançado no lago de fogo.

 Assim, aqueles que estavam aliviados, achando que tinham acabado de penar o seu tempo e pagar seus pecados no purgatório, vão descobrir a mais chocante realidade.

 Todo aquele sofrimento no Inferno não pode pagar a salvação de suas almas,

 Só o sangue de Cristo poderia os comprar, quando eles estavam vivos, rejeitaram

Aquele sofrimento no Inferno, foi apenas um “breve aquecimento”, agora a condenação real acontecerá

 Serão lançados VIVOS para queimar por toda a eternidade no Lago de Fogo, junto com a besta, e o falso profeta.

 Ap 19:20 E a besta foi presa, e com ela o falso profeta, que diante dela fizera os sinais, com que enganou os que receberam o sinal da besta, e adoraram a sua imagem. Estes dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.

 Se passará mil anos, e eles estão lá!!

Se passará um milhão de anos, e eles estão lá!!

Se passará um bilhão de anos, e eles estão lá!!

Se passará um trilhão de anos, e eles estão lá!!

 Eles estarão lá para todo o sempre!

SEXTA – APOCALÍPSE.20.1-3, E VI descer do céu um anjo, que tinha a chave do abismo, e uma grande cadeia na sua mão. - Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o Diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos. - E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que não mais engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.

O MILENIO SERÁ INSTAURADO POR OCASIÃO DA VINDA DE CRISTO EM GLÓRIA

O termo “milênio” não consta na Bíblia, mas provém de duas palavras latinas: “Mille” que significa “mil”, e “annum” que significa “anos”.

A palavra ‘milênio’ é um termo teológico baseado na passagem de Ap 20.1-10 e aparece seis vezes  

Os crentes em Cristo devem saber que o milênio é uma doutrina essencialmente bíblica e consistentemente teológica.

O Milênio é o esplendoroso reinado de Cristo na terra por mil anos (Ap 5.10; 20.4-7; Is 65.20, 20, 25; Dn 2.35, 44; Lc 1.32, 33).

Ocorrerá após a volta de Jesus, (Ap 20.1-7).

Trata-se de um reino literal, cujo principal objetivo é a exaltação de Jesus não somente como messias de Israel, mas como o Desejado de todas as nações (Ag 2.7).

O milênio pode ser considerado ainda a manifestação plena do Reino de Deus na terra.

E isto nada tem a ver com a doutrina de algumas seitas que, renegam as verdades bíblicas acerca do arrebatamento da Igreja,

Ensinam que este mundo haverá de melhorar, pouco a pouco, até transformar-se num paraíso.

QUANDO SERÁ O MILÊNIO

O milênio terá início no final da Grande Tribulação, quando Nosso Senhor Jesus Cristo, na companhia de todos os seus santos (Igreja e Seus anjos), houver aniquilado o dragão (diabo), o falso profeta e a besta (Anticristo), (Ap 19.11-21).

O milênio, dar-se-á, logicamente, depois do arrebatamento da Igreja, no fim da grande tribulação

Neste período, Satanás estará amarrado até que se completem os mil anos.

Em seguida, importa que ele seja solto por um pouco de tempo, até que seja definitivamente lançado no lago de fogo Ap 20.3

Os Santos estarão com Cristo na administração dos reinos e governo da Terra Ap 11.15

Os judeus perderão grande parte da população durante a grande tribulação Zc 13.8-9

Tendo Cristo como seu Messias e cabeça, Israel tornar-se-á a nação líder do mundo

Assim sendo, os habitantes da Terra durante o milênio consistirão de salvos em Cristo.

Os santos ressuscitados, os judeus que abraçaram a fé em Jesus e as nações simpatizantes.

Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram.

Esta é a primeira ressurreição. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição;

Sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos” (Ap 20.5-6).

SABADO – APOCALÍPSE.22:3-5, E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão. - E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome. - E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre.

UMA AMOSTRA DA GLÓRIA DO LAR DOS SANTOS

A Bíblia descreve o Céu como um lugar real.

A palavra céu é mencionada 276 vezes apenas no Novo Testamento.

As Escrituras se referem a três céus.

O Apóstolo Paulo “foi arrebatado até ao terceiro céu”, mas foi proibido de revelar o que lá presenciou (2 Coríntios 12:1-9).

Se existe um terceiro céu, então também devem existir dois outros céus.

O primeiro é geralmente chamado no Antigo Testamento de firmamento, o qual aparece como um arco que cobre toda a terra.

Esse é o céu que contém nuvens, a área onde os passarinhos voam.

O segundo céu é o espaço interestelar, o qual é a residência de seres angélicos supernaturais e objetos celestiais (Gênesis 1:14-18).

O terceiro céu, cuja localidade não é revelada, é a residência do Deus Trino.

O plano de Deus é de encher o céu com os seguidores de Jesus Cristo.

Não é de estranhar que a palavra céu seja usada com o mesmo sentido que a vida eterna!

Jesus prometeu preparar um lugar para os Cristãos verdadeiros no céu (João 14:2).

O Céu também é o destino dos santos do Antigo Testamento que morreram confiando na promessa de um Redentor (Efésios 4:8).

Aquele que crê em Cristo não vai perecer, mas vai ter vida eterna (João 3:16).

O Apóstolo João foi muito privilegiado em ver e relatar sobre a cidade celestial (Apocalipse 21:10-27).

João viu que o céu possui a “glória de Deus” (Apocalipse 21:11).

Essa é a glória do Shekinah, quer dizer, a presença de Deus.

Porque o céu não tem noite, o Senhor é a luz, o sol a lua e as estrelas não serão mais necessários (Apocalipse 22:5).

A cidade é cheia do brilho de pedras preciosas e jaspes claros como os cristais.

O céu tem 12 portas (Apocalipse 21:12) e 12 fundamentos (Apocalipse 21:14).

O paraíso do Jardim do Éden é restaurado:

O rio da água da vida corre livremente e a árvore da vida está disponível novamente, dando fruto mensalmente com folhas que são para “a cura dos povos” (Apocalipse 22:1-2).

Por mais eloquente que João tenha sido em sua descrição do céu, a realidade do céu vai muito além do que um homem finito possa descrever (1 Coríntios 2:9).

No entanto, podemos saber que o céu é mais real do que essa terra que um dia passará.

O Céu é um lugar de “não mais”.

No Céu, não vai ter mais lágrimas, não mais dores e não mais sofrimento (Apocalipse 21:4).

Não haverá mais separação porque a morte vai ser aniquilada (Apocalipse 20:6).

A melhor coisa sobre o Céu é a presença do nosso Senhor

Estaremos face a face com o Cordeiro de Deus que tanto nos amou e Se sacrificou para que pudéssemos gozar de Sua presença por toda a eternidade.

Partilhe! Obrigado.


Vamos iniciar o 3º Trimestre de 2019 Na EBD, A Maior Escola Do Mundo; Seja Bem Vindo

Nosso Compromisso com Deus e Com as Pessoas é Ensinar e Transmitir Informações das Santas Escrituras

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus.” (Hebreusb 7.26)

EBD Escola Bíblica Dominical 2º Trimestre 2019 Lição 11

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

Deus Criou um Sistema de Sacrifícios para os Israelitas, Indicando que Jesus Cristo Seria o Supremo Sacrifício; Ele Pagaria de Uma Vez por Todas, Morrendo Uma Só Vez Pelo Pecado do Mundo

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

A Arca da Aliança era de Madeira de Acácia, Revestida de Ouro; O Ouro Simbolizava a Divindade de Cristo e a Madeira Simbolizava a Humanidade de Cristo, Portanto em Geral A arca da Aliança Era a Presença de Deus Entre os Israelitas

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Valdemar Quaglio