O Caráter Cristão

Lição 7

Rute, Uma Mulher digna de Confiança

A Confiança em Deus Molda Nosso Caráter


Partilhe! Obrigado.

SUBSÍDIOS. EBD, LIÇÃO 7 – RUTE, UMA MULHER DIGNA DE CONFIANÇA

    A confiança é o sentimento de segurança ou a firme convicção (a fé) que alguém tem relativamente a outra pessoa ou a algo. Também se trata da presunção de si próprio quando a pessoa confia em si mesma, como se sozinha conseguisse avançar diante de uma situação.

Rute foi digna de Confiança porque confiou em Deus. Quando demonstramos atitudes de confiança para com Deus, o Espírito Santo molda o nosso caráter que expressa ações de quem segue a Cristo.

Rute converteu-se ao Deus de Noemi quando testificou com sua própria boca: Rute.1:16 Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; 

A sociedade vai ser testemunha destas ações, a igreja depositará em nós total confiança em tudo que fizermos e o nome de Jesus Cristo será glorificado em nossa vida.

Pessoas confiantes têm o dom de inspirar os outros e conseguem passar das palavras às ações. Mas quais são as características que melhor definem essas pessoas?

As pessoas dignas de ser confiadas procuram sua confiança a partir do seu interior, Jesus disse: Marcos.7:21 - Porque do interior do coração dos homens saem os maus pensamentos; Se os maus pensamentos podem estar guardados dentro do coração dos homens significa que também podem ser arrancados e substituídos por bons pensamentos, Jesus ainda disse: Mateus.6:22,23 A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz; Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!

A felicidade é um elemento crítico para a confiança, porque para se  ser confiante naquilo que se faz, é necessário ser feliz com aquilo que se é; Rute, Ester, Raabe, Jefté, Gideão o Apóstolo Paulo e outros agiram assim a partir do seu interior e foram felizes em sua decisões, porque deixaram que Deus ocupasse todo seu interior

RAABE, deixou que Deus ocupasse seu interior e agiu quando ajudou os espias enviados por Josué a Jericó, foi a partir dessa ação de fé e confiança que passou ser digna de confiança pelo povo de Israel, por isso hoje o seu nome ocupa espaço na genealogia de Jesus Cristo.

ESTER, parece não sabia de sua missão como Rainha persa,

 Foi então que Mardoqueu teve que lembra – la o porque estava ali,Ester.4:12-14 – E fizeram saber a Mardoqueu as palavras de Ester. Então Mardoqueu mandou que respondessem a Ester: Não imagines no teu íntimo que por estares na casa do rei, escaparás só tu entre todos os Judeus. Porque, se de todo te calares neste tempo, socorro e livramento de outra parte sairá para os judeus, mas tu e a casa de teu pai perecereis; e quem sabe se para tal tempo como este chegaste a este reino?

Então a Rainha Ester toma uma atitude de fé e confiança arriscando sua própria vida chegando a dizer: “se perecer pereci,4:16

“Deus honrou sua ação, e guardou os Judeus, valorizando a fé de seu povo, e Ester passou a ser digna de confiança de todos, pois deixou que seu interior fosse completamente cheio de Deus,

JEFTÉ – FOI UM DOS JUISES DE Israel, entre a conquista de Canaã e o primeiro Rei,

 Jefté viveu em Gileade e foi membro da tribo de Gades, o nome de seu pai era também  Gileade.

Depois de ser expulso da casa de seu pai pelo seus meios-irmãos por ser filho de uma mulher cananéia a qual era prostituta,

 Também por ser o primogênito de Gileade, e herdaria a maior parte das terras de aseu pai

 Jefté  foi viver em Tobe, a leste de Gileade  com homens levianos dos quais fez soldados e os liderava.

 Os amonitas entraram em guerra contra os israelitas e não tinha nenhum homem com as qualificações de Jefté, homem valoroso, guerreiro e com capacidade de liderança.

 A sua atitude foi digna de confiança de seus irmãos.

 Ele reconheceu sua dor, foi humilhado e discriminado. Para a paz de todos ele vai embora, não queria ser um motivo de brigas e incomodo entre seus irmãos.

Ao receber o convite para liderar a guerra, Jefté aceitou, agindo com fé e confiança no Deus, o qual confiava que daria vitória a Israel.

GIDEÃO, foi o 5º Juiz de Israel.

 Ele foi Juiz de Israel por 40 anos, era da tribo de Manassés.

Durante sete anos, os midianitas e amalequitas e outros povos vizinhos tinham atacado Israel, destruindo plantações e roubando gado.

 Por causa disso, os israelitas ficaram muito pobres.

 Então os israelitas clamaram a Deus por socorro.

 Deus enviou um profeta para explicar que a opressão era castigo pela idolatria 

.Juises.2:11-13 Então fez os filhos de Israel o que era mau aos olhos do SENHOR; e serviram aos baalins. E deixaram ao SENHOR Deus de seus pais, que os tirara da terra do Egito, e foram-se após outros deuses, dentre os deuses dos povos, que havia ao redor deles, e adoraram a eles; e provocaram o SENHOR à ira. Porquanto deixaram ao SENHOR, e serviram a Baal e a Astarote.

O Anjo do Senhor apareceu a Gideão quando ele estava tentando esconder seu trigo dos invasores.

 

O anjo lhe disse que ele iria derrotar os invasores, porque Deus estava com ele.

 

Mas Gideão achou que ele não era a pessoa certa .

 

 O Anjo de Deus lhe confirmou a mensagem, fazendo fogo aparecer e consumir a oferta que Gideão tinha oferecido a Deus.

Nessa noite, Deus mandou Gideão destruir os altares idólatras de seu pai.

 Gideão obedeceu mas, quando os homens da cidade descobriram, ficaram irados com ele.

 

O pai de Gideão o defendeu, explicando que se Baal fosse um deus de verdade, teria impedido Gideão de destruir seu altar.

 

 Por isso, Gideão ficou conhecido como Jerubaal, que significa “que Baal dispute com ele.

 

Depois desta atitude de fé e confiança em Deus, Gideão foi digno de confiança de todo Israel.

 

Vejamos a humildade de Gideão, a Prudência de Gideão,a obediência a missão de Deus e sua coragem em derrubar os altares dos deuses inimigos.

 

O Espírito de Deus encheu a vida de Gideão de coragem, fé e confiança em Deus, com 300 soldados ele lutou com aproximadamente 140,000 soldados guerreiros midianitas e amalequitas.

 

APÓSTOLO PAULO, Paulo, nome romano de Saulo, nasceu em Tarso, na Cilicia.

 

 Tarso não era um lugar insignificante, ao contrário, era um centro de cultura grega, uma cidade universitária que ficava próxima da costa nordeste do Mar Mediterrâneo.

 

 Embora tenha nascido um cidadão romano, Paulo era um judeu da Dispersão, um israelita circuncidado da tribo de Benjamin, e membro zeloso do partido dos Fariseus.

 

No livro de Atos dos Apóstolos, somos informados que quando Estêvão foi apedrejado, suas vestes foram depositadas aos pés de Paulo.

 

Após esse episódio da morte de Estêvão, Paulo assumiu uma posição importante na perseguição aos cristãos,

 

 recebendo autoridade oficial para liderar tais perseguições e, na qualidade de membro do concílio do Sinédrio, dava o seu voto a favor da morte dos cristãos.

 

 Após sua conversão e a visita de Ananias Paulo começa seu trabalho evangelístico, que durou pouco tempo em DamascoPor ter sentido de ir a Arábia.

 

 Não foi muito tempo que ficou na Arábia, ele volta para Damasco e começa a pregar de tal modo que foi preciso fugir para salvar sua vida.

 

 De Damasco foge para Jerusalém e ficou ali por um período muito curto tendo que fugir novamente dos Judeus que buscavam a sua morte.

 

De Jerusalém Paulo foge para sua cidade natal Tarso e por la fica por longos 10 anos, até que Barnabé o busca para auxilia-lo na Igreja em Antioquia.

 

 No capítulo 13 de Atos vemos Barnabé e Saulo sendo escolhido para sua 1ª viagem missionária

 

 A partir daqui,  Paulo conquista os demais Apóstolos

 

 Ele foi digno de confiança deles e da igreja  para cumprir a missão a qual tinha sido designado pelo Próprio Senhor na estrada a caminho de Damasco, e teve a confirmação na casa de Judas, pelo Senhor que falou através de Ananias

Partilhe! Obrigado.


A RAÇA HUMANA; Origem, Queda e Redenção

Comentarios do Pastor Claudionor de Andrade

Valdemar Quaglio


EBD 4º TRIMESTRE 2019

EBD 4º TRIMESTRE 2019

O Governo Divino em Mãos Humanas

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


A Mordomia da Adoração

A Mordomia da Adoração

Nossa Adoração a Deus Deve Chegar ao Trono da Graça Como Cheiro Agradável (VEJA O VÍDEO CLICANDO AQUI)

A Mordomia Da Adoração

Valdemar Quaglio


EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

EBD 3º Trimestre 2019 Lição 5 A Mordomia da Igreja Local

O Cristão Deve Valorizar a Igreja Local Como Ambiente de Adoração, Comunhão e Serviço ao Reino de Deus

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio