O Deus de toda provisão

Lição 10

Subsídios - Escola Dominical Lição 10, 4ºTrimestre

Adorando a Deus em Meio a Calamidade


Partilhe! Obrigado.
A oração, o jejum, os louvores a Deus são adorações que mesmo em meio às adversidades da vida, nos dão forças para prosseguirmos em frente sem nos desanimar. As provações e as dificuldades que passamos serão superadas quando na Calamidade clamarmos a Deus.
Isaias.36.1- No décimo quarto ano do reinado de Ezequias, Senaqueribe, rei da Assíria, atacou todas as cidades fortificadas de Judá e se apossou delas.

O Rei Ezequias

Ezequias é humilhado por Senaqueribe Rei da Assíria, seus mensageiros, debocham, desprezam e blasfemam do Deus de ISRAEL

ISAIAS.37.1-Quando o rei Ezequias soube disso, rasgousu as vestes, vestiu pano de saco e entrou no templo do Senhor.

Ezequias entra no templo e se humilha diante do Senhor

Os oficiais do Rei Ezequias dão a notícia ao Profeta Isaías e na boca de Isaías O senhor diz:

Isaias.37.6,7- este lhesrespondeu: "Digam a seu senhor: Assim diz o Senhor: ‘Não tenha medo daspalavras que você ouviu, das blasfémias que os servos do rei da Assíria falaramcontra mim. Porei nele um espírito para que, quando ouviruma certa notícia, volte à sua própria terra, e ali farei com que seja morto àespada’ ".

Novamente Ezequias éafrontado ao receber do Rei da Assíria cartas que mais uma vez desprezavam ao SENHOR

  • Ezequias tomas as cartasentra no templo e busca mais uma vez socorro do SENHOR
  • Deus usa Isaías e oconforta, prometendo que protegerá a ISRAEL e destruirá o exercito deSenaqueribe
  • Nos versículos 36-38 do capítulo 37 vemos a destruição do ExercitoAssírio e a morte de Senaqueribe, quando adorava o seu deus, seus dois filhos omataram a espada assim como o profeta de DEUS havia dito
  • Daniel foilevado cativo para a Babilónia na primeira leva de Judeus no Governo deNabucodonosor
  • Ele decidiunão se contaminar com a comida que era servida na mesa do Rei pois eraoferecida aos deuses de Babilónia
  • No Governode Dario Daniel foi escolhido entre 3 príncipes para governar em 40 províncias
  • Daniel sedestacou no seu Governo e o Rei comentou por Daniel sobre o Governo de todo oseu Reino
  • Por issoDaniel foi perseguido, seus colegas buscavam como destruir Daniel, mas não achavamnada ele era fiel a Deus e ao seu ofício

A inveja levaram os príncipes e todos os 120 presidentes das províncias a criarem umalei, aquele que dentro de 30 dias fizesse uma petição a qualquer outra pessoaou a qualquer outro deus a não ser ao Rei seria punido, sendo jogado na covados leões.

  • Mesmo sabendo desta lei Daniel não deixou de pedir ao seu Deus 3 vezes ao dia como de costume
  • O nosso Deus o livrou de ser comido pelos leões, pois em meio as perseguições ecalamidades Daniel permaneceu adorando ao Senhor.
  • Paulo e Silas foram presos, após terem expulso de uma menina um espírito de adivinhação
  • Perto dameia noite Paulo e Silas oravam e cantavam hinos de louvores a DEUS
  • Em meio essaprovação, eles não estavam tristes e nem reclamavam da situação que viviam,simplesmente oravam e cantavam louvores ao Senhor
  • Deus ouviu eviu suas orações e adorações e respondeu com um terramoto que abalou aquelecárcere
  • Paulo e Silas foram soltos, a família do carcereiro foi salva e o nome do Senhor foi glorificado
  • Não somos mais abençoados porque ao invez de adorarmos a DEUS em meio as calamidades que passamos, reclamos da vida e não adoramos a Deus
  • A nossa lição conta os problemas que teve o Rei Josafá durante o seu governo
  • Para contara sua história vamos retroceder e começar com divisão do Reino de Israel
  • Isto tudo começou com a morte de Salomão
  • Roboão seu filho se empolgou por assumir o reinado e achou que poderia fazer o que queria
  • Desprezou os conselhos dos mais experientes e aceitou os conselhos dos mais jovens, menos experientes
  • Os impostos cobrados por Salomão era elevado e o povo vinha sofrendo, com a troca degoverno o povo esperava que os impostos baixassem, e aí Roboão anuncia osconselhos que recebera e esperava por em prática

É quando Jeroboão aparece e convida aqueles que quiseram acompanha-lo dizendo: “IReis 12.16,17”

  • Quando todo o Israel viu que o rei se recusava aouvi-los, responderam ao rei: "Que temos em comum com Davi? Que temos emcomum com o filho de Jessé? Para as suas tendas, ó Israel! Cuide da sua própriacasa, ó Davi! " E assim os israelitas foram para as suas casas. Quanto, porém, aos israelitas que moravam nascidades de Judá, Roboão continuou como rei deles.
  • IReis 12.28 Jeroboão faz bezerros de ouro emDã e em Betel levando os israelitas a idolatria, e evitar que os israelitas descessem a Jerusalém
  • Roboão permaneceu governando o Reino de Judá,após foi Abias, Asa, e então Josafá
  • Josafá começa bem o seu governo
  • Mais tarde faz Aliança com Acabe
  • Após a morte de Acabe na guerra com osAssírios, Josafá volta-se para Deus, depois de ser repreendido pelo profeta Jeú IICrônicas. 19,1-4 e 7-9
  • Assim como Jeú havia profetizado, os moabitase os amonitas vieram a peleja contra Josafá. IICron 20.1

Ele precisou agir rápido, pois um grande exército formado por vários inimigos vinha em sua direcção. No momento de aflição e desespero, Josafáinvocou o nome do Senhor, e apregoou um jejum (2 Cr 20.3). A oração e o jejum nos ajudam a vencer as crises. Era uma nação inteira buscando a Deus. Nenhum crentedeve duvidar do poder da oração.

O povo se humilhou diante de Deus, mostrando sua total dependência do Senhor. O objectivo era buscar o socorro e a misericórdia de Deus diante doiminente ataque do inimigo. Não há crise que não possa ser vencida quando oramos, jejuamos e confiamos no Senhor. Davi, em um dos seus cânticos, declarou: "Uns confiam em carros, e outros, em cavalos, mas nós faremos menção do nome do Senhor, nosso Deus" (Sl 20.7). É tempo de invocarmos onome do Senhor em favor da nossa nação. Precisamos orar e jejuar a fim de que acrise política e económica seja solucionada. Jesus declarou que determinadas castas de demónios só podem ser expelidas pela "oração e pelo jejum"(Mt 17.21).

Deus mandou o profeta dizer ao povo que eles não precisariam lutar nemtemer, pois Ele mesmo sairia e pelejaria em favor deles (2 Cr 20.17). Josafá e seus súditos creram na Palavra de Deus e adoraram e louvaram ao Senhor (2 Cr20.18,19). Houve grande júbilo e a certeza da vitória que o Senhor daria ao seupovo. Quando os exércitos inimigos se aproximaram de Jerusalém e ouviram o som dos louvores, dizem as Escrituras Sagradas que eles caíram em emboscadas e sedestruíram uns aos outros, sem que ninguém do povo precisasse fazer qualquer coisa. Os exércitos inimigos foram desbaratados porque Deus os confundiu (2 Cr20.24). Aprendemos que o inimigo não pode resistir ao povo de Deus quando háoração, jejum e verdadeira adoração.

Partilhe! Obrigado.


Vamos iniciar o 3º Trimestre de 2019 Na EBD, A Maior Escola Do Mundo; Seja Bem Vindo

Nosso Compromisso com Deus e Com as Pessoas é Ensinar e Transmitir Informações das Santas Escrituras

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 11 O Sacerdócio de Cristo e o Levítico

Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores e feito mais sublime do que os céus.” (Hebreusb 7.26)

EBD Escola Bíblica Dominical 2º Trimestre 2019 Lição 11

Valdemar Quaglio


EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

EBD 2º Trimestre 2019 Lição 10 O Sistema de Sacrifícios

Deus Criou um Sistema de Sacrifícios para os Israelitas, Indicando que Jesus Cristo Seria o Supremo Sacrifício; Ele Pagaria de Uma Vez por Todas, Morrendo Uma Só Vez Pelo Pecado do Mundo

EBD MOLDANDO VOCÊ

Valdemar Quaglio


Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

A Arca da Aliança era de Madeira de Acácia, Revestida de Ouro; O Ouro Simbolizava a Divindade de Cristo e a Madeira Simbolizava a Humanidade de Cristo, Portanto em Geral A arca da Aliança Era a Presença de Deus Entre os Israelitas

Escola Bíblica Dominical (EBD) 2º Trimestre 2019 Lição 9 A Arca da Aliança

Valdemar Quaglio